Educando Juntos nasceu da vontade e da necessidade de transformação. Precisamos e acreditamos em um mundo melhor para as nossas crianças. E para que o futuro seja mais respeitoso e consciente, precisamos urgentemente começar a plantar essas sementes no agora. E o agora, é o presente das nossas crianças.

Educando Juntos

Dialogando com famílias e educadoras, percebemos que o vínculo entre escola & família, infelizmente ainda é frágil e muitas vezes desunido. Dessa forma, a educação socioemocional da criança fica como um ping-pong, um jogando a responsabilidade para o outro, ambos preocupados em encontrar culpados e esquecendo do real objetivo: ajudar e guiar a criança.

Nós acreditamos que “é preciso uma aldeia inteira para educar uma criança”, e é por isso que precisamos formar um time, no qual pais e professores falem a mesma língua e busquem JUNTOS por soluções para que possam guiar e educar a criança dentro de suas particularidades.

Opções de temas:

Por isso, unimos a força de duas profissionais que se complementam: a expertise da Educadora Parental Fernanda Salles e a didática da Pedagoga Ariella Wanner, para compartilhar tudo que há de mais atual sobre desenvolvimento infantil.

Adaptação Escolar

Descubra como criar um vínculo seguro entre as crianças e os professores, baseado na teoria do apego.

Como educar sem castigos

Existe uma linha tênue entre ter crianças com senso crítico que sejam também capazes de seguir instruções. Como educar crianças responsáveis e empáticas sem castigo?

Desfralde e educação sexual

Como acompanhar o processo de desfralde consciente, considerando a maturação fisiológica e neurológica da criança, e o papel ativo do cuidador na condução.

Como equilibrar o uso de telas

Quais os efeitos da tela no cérebro em desenvolvimento, e como usar de forma equilibrada e segura, com orientações de manejo na hora de desligar.

O projeto:

Sabemos que a educação respeitosa e consciente é o melhor caminho para fortalecer o vínculo entre educadores e familiares, com técnicas, estratégias e ferramentas para a solução de conflitos com a criança.

Birras e agressividade

Explosões emocionais são grandes desafios, tanto na escola quanto em casa. Vamos trazer ferramentas práticas para lidar com os desafios durante as birras e os acessos de raiva.

Mediando conflitos e bullying

Sejam os conflitos entre crianças, entre adolescentes ou entre adultos: há sempre uma maneira não violenta de lidar com as desavenças. O foco aqui são estratégias de comunicação.

Para cada evento, uma temática deverá ser escolhida.

O evento contempla 2h de palestra + 1h de roda de conversa.

Depois do Educando Juntos, sua escola nunca mais será a mesma!

Nós queremos que a educação respeitosa extravase as paredes da escola. Queremos que ela vá muito além e entre nos lares de toda comunidade!

Compromisso Social

A escola que contratar os eventos do Educando Juntos irá apadrinhar outra escola da comunidade para implementar o projeto gratuitamente no contraturno. Por exemplo, o evento da escola contratante é pela manhã e na escola apadrinhada é a noite no mesmo dia.

Queremos que ela chegue em casas e escolas que jamais poderiam acessar com facilidade esse tipo de conhecimento. Por isso, nossos projetos são preparados pra envolver professores, pais e familiares dos alunos e da sociedade como um todo!

Como?

Afinal, não fazemos uma

revolução na educação sozinhos!

A comunidade em que sua escola está inserida será imensamente beneficiada com a implementação do Educando Juntos, pois irá impactar diretamente os seus alunos e também as crianças que vão “esbarrar”, no futuro, com todos nós... no mercado, na farmácia, nas relações profissionais e amorosas... E o que queremos, é que todos tenham acesso à educação emocional, além da formal.

Compromisso Social

"As crianças não precisam SOFRER as consequências para aprender. É justamente ao contrário: a responsabilidade nasce quando elas conseguem olhar com bons olhos para os erros buscando solução e não se escondendo da culpa."

Quem vai guiar
essa jornada?

Ariella Wanner

Pedagoga. Especializada em Neurociência da Educação. Formanda em abordagem Cognitivo Comportamental na Infância e Adolescência e em Saúde Integrativa do Sono Infantil.

"Respeitar a criança não é deixar ela fazer o que quer, quando quer e como quer. Respeitar a criança é garantir que a nossa condução não vai ferir a dignidade e autoestima daquela criança."

Fernanda Salles

Educadora Parental, pós graduanda em Neurociência, desenvolvimento e educação infantil pela PUCRS

Mentora consciente de telas;

Coach de mães - Instituto Te Apoio

Curso de extensão em Neurociência da Educação.

Mais de 200 mil pessoas estão conosco nas

redes sociais!

Os 4 pilares do Educando Juntos:

Para que a temática possa ser apresentada de forma mais específica, com orientações práticas mais assertivas, é aconselhável que a escola convide os pais e professores de crianças em faixa etária aproximada, para que possamos focar nas especificidades de cada período do desenvolvimento infantil.

  • 1 aos 5 anos;
  • 6 aos 10 anos;
  • 11 aos 14 anos;
  • 15 aos 18 anos;

O ideal é unir pais e professores responsáveis por crianças de faixa estária próximas, como:

Mas, dependendo do tema e do contexto, podemos adaptar o material para unir mais de um grupo.

Observação: após os 6 anos, o tema desfralde é substituído exclusivamente por educação sexual.

Faremos um paralelo sobre como fomos educados e como educaremos para o futuro. É preciso uma mudança de paradigma para educar crianças emocionalmente saudáveis.

1

2

3

4

Modelos de educação

Neurodesenvolvimento

Ações práticas

Integração família-escola

É preciso entender o desenvolvimento cerebral, cognitivo, emocional e social da criança para favorecer o aprendizado, baseado nas especificidades do cérebro infantil.

Como o cuidador pode agir para guiar as crianças a lidarem com as situações desafiadoras. Aumentando, assim, seu repertório de habilidades socioemocionais e autorregulação.

Os desafios e as delícias de educar em rede. Como conduzir a comunicação entre pais e professores, para que todos falem a mesma língua e se unam em prol da criança sem competição.

Quero receber orçamento:

Enviar

Precisa de ajuda?

Caminho do meio